ALASKAN MALAMUTE

O império das emoções

Caracter e comportamento

Quando se fala de temperamento ao nível do cão pretende-se elencar um conjunto de características capazes de explicar ou ajudar a prever o comportamento de um qualquer exemplar da raça que nos preocupa.
Para sermos mais rigorosos quando falamos em temperamento temos de introduzir duas dimensões que, quando relacionadas, poderão explicar o comportamento, no caso em apreço, do Alaskan Malamute. Por um lado o seu caracter ou "personalidade" onde se poderão inventariar todos os factores, essencialmente hereditários, que configuram e distinguem esta raça. Por outro lado, a socialização e os processos de aprendizagem a que foi sujeito cada exemplar. Combinando as duas , teremos de certeza, explicações válidas para os comportamentos observados e lições importantes que nos deverão levar à adopção de estratégias e práticas de socialização e aprendizagem adequadas.

O Alaskan Malamute tem um caracter configurado pelas suas origens (lobo árctico) e pelos sucessivos processos de selecção a que foi sujeito, ditados, como é óbvio, pelas características das funções que lhe eram destinadas. No fundo e no passado, o Alaskan Malamute foi essencialmente caçador, cão de trenó e transportador de grandes cargas. Para estas funções era fundamental que o cão tivesse as seguintes qualidades: força, potência, resistência, boa relação com o homem, obediência, afectividade e tolerância na sua relação com os seus companheiros de matilha e com capacidade de decidir, face às situações, dependendo dela, muitas vezes, a sua própria sobrevivência.
Depreende-se daqui que o Alaskan Malamute tem um caracter bem marcado, configurado pela sua docilidade com os humanos e com a família com quem coabita, incluindo os animais que a integram, obediente mas independente, sempre portador de uma dignidade impressionante.
Este caracter contribuirá sem dúvida para a configuração do comportamento do Alaskan Malamute, mas este não deixará de ser mediatizado pelo processo de socialização adoptado e pelas características da educação/treino que marcaram a aprendizagem do exemplar considerado.

Resumindo

O Alaskan Malamute nasceu para ser um cão de arraste de trenós, é umas das poucas raças caninas que ao longo dos anos não se modificou e portanto ainda mantém o caracter e os comportamentos naturais. Esta raça foi seleccionada no Alaska, terra hostil para homens e animais, onde apenas sobreviviam os mais fortes, inteligentes e dotados de uma grande personalidade. O seu caracter é um fiel reflexo dos seus antepassados, cuja vida era uma contínua luta para não sucumbirem.

Contrariamente ao que muitos pensam, o Alaskan Malamute é um cão muito afectuoso com o seu dono mas não o demonstra fazendo grandes expressões eufóricas. O Alaskan Malamute dará aos seus donos um grande amor e muito respeito mas nunca se submeterá ao homem. É um cão com muita dignidade dotado de uma inteligência fora do normal. È um excepcional companheiro para a vida ao ar livre, amante da natureza e dos grandes espaços onde possa correr e brincar, mas, também, se adapta muito bem á vida citadina, tornando-se um cão silencioso, tranquilo, capaz de se mover com tanta delicadeza que nunca irá deitar um móvel ou um candeeiro ao chão. Gosta de passar algum tempo sozinho, tranquilo mas nunca perderá de vista o seu dono e tudo o que o rodeia.

Sendo um cão extremamente equilibrado, paciente e inteligente é um fantástico amigo e companheiro das crianças, meigo e brincalhão. O Alaskan Malamute tudo fará para que as crianças não se cansem dele, mas como em todos os cães de raça grande há que ter sempre um cuidado especial pois na brincadeira o seu peso pode magoar a criança.

Trata-se de um cão que realmente irá encher as nossas vidas de satisfações e alegrias, a sua maravilhosa personalidade, um pouco misteriosa e selvagem, não deverá ser repreendida mas sim compreendida e respeitada.

Para mim, criador, há 4 adjectivos que definem um cão como o Alaskan Malamute, Dignidade, Inteligência, Lealdade e Vontade de Agradar.... mas principalmente e nos dias de hoje a sua Alegria e Vontade de Viver são os aspectos que mais me agradam nesta raça.